Teodoro Sampaio nascido em Santo Amaro, no Recôncavo Baiano, em 1855, filho da escrava Domingas da Paixão e do senhor de engenho Francisco Antônio da Costa Pinto, pai que nunca o legitimou.  No ano de 1877, aos 22 anos de idade, Teodoro Sampaio forma-se na recém-criada Escola Politécnica Fluminense, fazendo-se sócio do Instituto Politécnico Brasileiro, ao mesmo tempo que retorna a Salvador para comprar a alforria da mãe escrava. Um dos maiores engenheiros do país, além de geógrafo e historiador, Teodoro foi o primeiro a mapear Continue lendo

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS   ALBUQUERQUE, Wlamira; FRANÇA, Walter (2013). O que há de África em nós. São Paulo: Moderna.   ALVES-MAZZOTTI, Ana Judith; GEWANDSZNAJDER, Fernando (1998). 2ª. Edição. O Método das Ciências Naturais. São Paulo, Pioneira.   ANDRADE, Cibele; DACHS, J. Norberto (2007). Acesso à educação por faixas etárias segundo renda e cor/raça. Caderno de Pesquisa, n. 37. ABPN. I Relatório – Perfil 2009 das(os) Associadas(os) da ABPN – Documento integrante do Seminário 10 anos de ABPN – Seminário Estratégiade Fortalecimento institucional. Maio 2010. Disponível em Continue lendo

A África tem sido objeto de uma estratégia de desqualificação que perdura por séculos. Tendo por objetivo a submissão dos povos e culturas do continente, uma das notórias premissas levadas a cabo para justificar a subalternidade do continente – retenha-se: uma gigantesca porção do Planeta, correspondendo a um quarto das terras emersas do globo – seria uma pretensa “ausência de civilização” neste espaço, dominado por povos bárbaros e incultos. Contudo, pesquisas históricas, geográficas e antropológicas têm oferecido subsídios para desafiar esta peça de ficção. Na Continue lendo

PROFESSORES  – DESCRITORES, MATRIZES, COMPETÊNCIAS EM TECNOLOGIAS DIGITAIS NA EDUCAÇÃO – ISTE Professores eficazes planejam e aplicam os Padrões Nacionais de Educação Tecnológica para Estudantes (NETS) na medida em que projetam, implementam e avaliam experiências de aprendizagem para motivar os alunos e melhorar a aprendizagem; enriquecer a prática docente e oferecer modelos positivos para alunos, colegas e comunidade. Todos os professores devem atender os seguintes padrões e indicadores de desempenho.   Facilitar e Inspirar a Criatividade e o Aprendizado dos Alunos Os professores usam seu Continue lendo

ASSOCIAÇÕES, FUNDAÇÕES, INSTITUTOS, PROJETOS A COR DA CULTURA http://www.acordacultura.org.br/ ABDIAS DO NASCIMENTO – IPEAFRO – INSTITUTO DE PESQUISA E ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS http://www.abdias.com.br/ ABPN – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISADORES/AS NEGROS/AS http://www.abpn.org.br/novo/ APCAB – ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE CULTURA AFRO-BRASILEIRA https://apcab.wordpress.com/missao/ CASA DA CULTURA DA MULHER NEGRA http://www.casadeculturadamulhernegra.org.br/ FUNDAÇÃO PALMARES http://www.palmares.gov.br/ KITABU – LIVRARIA https://kitabulivraria.wordpress.com/ LITERAFRO – UFMG http://150.164.100.248/literafro/ MULHERES NEGRAS http://www.mulheresnegras.org/ NIREMA – NÚCLEO INTERDISCIPLINAR DE REFLEXÃO E MEMÓRIA AFRODESCENDENTE http://www.nirema.puc-rio.br/index.php OLODUM http://www2.uol.com.br/olodum/ PORTAL ARQUEOLÓGICO DOS PRETOS NOVOS http://www.pretosnovos.com.br/ QUALIAFRO – INSERÇÃO DE PROFISSIONAIS NEGROS E AFRODESCENDENTES Continue lendo